#AporteAçõesEmRedeLAB

A Lei Aldir Blanc (LAB) foi fruto de uma mobilização nacional! Pensada para salvar o setor cultural com um auxílio emergencial, já que a pandemia limitou a presença essencial do público. Apesar da situação de penúria do setor, 110 projetos ficaram de fora de um dos editais LAB de Campinas!

Pra piorar, Campinas está sem sua principal política cultural há anos! O FICC (Fundo de Investimentos Culturais de Campinas), deveria lançar editais todos os anos para incentivar os projetos culturais da cidade. No entanto, desde 2016 a Prefeitura de Campinas não abre edital do FICC. São cerca de R$ 10 milhões em investimento cultural represados!

A boa notícia é que a LAB possibilita ao governo adicionar recursos próprios! A cidade de São Paulo é um exemplo: usou essa possibilidade e colocou mais recursos para auxiliar o setor cultural, que movimenta parte importante da economia de todo nosso estado. Além disso, com muito menos que esses R$ 10 milhões que sumiram, seria possível contemplar os 110 projetos deixados de fora. Se outras cidades conseguem, por que Campinas não conseguira?

A situação é urgente! Trabalhadoras e trabalhadores da cultura estão com dificuldades de se sustentar nessa pandemia. Os movimentos culturais já protocolaram uma carta assinada por pessoas e coletivos, um vereador já fez um pedido de informação ao governo. O secretário da Cultura Ney Carrasco e o prefeito Jonas Donizette(PSB) precisam cumprir seu dever e encontrar soluções emergenciais para incluir os projetos que ficaram de fora!



Preencha os campos a seguir e envie um email de pressão para o prefeito Jonas e o secretário de cultura Ney Carrasco!
Sem resposta!





Os movimentos de cultura já protocolaram uma carta na Prefeitura, com a mesma mensagem do email que você pode mandar aqui, e um pedido de informação foi feito pela Câmara. Até agora, nenhuma resposta do prefeito ou do secretário Ney Carrasco.
Só Campinas fica parada?





São Paulo é um dos exemplos de cidade que já usaram a possibilidade da LAB e fizeram um aporte extra para contemplar mais trabalhadores e trabalhadoras da cultura, que vivem um momento crítico com a pandemia.
Sem FICC por 5 anos!





O FICC é a principal política cultural da cidade. Ela não é executada há 5 anos! São cerca de R$ 10 milhões que deviam ser investidos na cultura, sendo que com metade disso daria para contemplar todos os projetos do Ações em Rede!

FÓRUM PERMANENTE DE CULTURA DE CAMPINAS
O Fórum é um espaço aberto para toda a sociedade civil se encontrar, debater e agir pelas políticas culturais da cidade de Campinas. Todas as suas decisões são tomadas por todas as pessoas que estiverem presentes em suas reuniões. A presidência do Fórum, eleita em assembleia, também ocupa a vice-presidência do Conselho Municipal de Cultura de Campinas, órgão oficial de diálogo da Prefeitura com a população sobre o setor. Desde o início da pandemia, o Fórum se articulou e agiu para buscar auxílio ao setor cultural de Campinas e, por isso, segue pedindo que a Prefeitura realize mais um aporte no Ações em Rede da Lei Aldir Blanc.




Nós buscamos promover participação popular consciente nas tomadas de decisão da cidade de Campinas, com tecnologias sociais e digitais, através de mobilizações sociais e incentivo a comunidades de ação. Por isso, emprestamos nossa ferramenta para criar esta página que legitimamente pede ação da Prefeitura por maior auxílio ao setor cultural, amplamente afetado pela pandemia de Covid-19. Não participamos da elaboração do conteúdo do manifesto ou da articulação da mobilização.
Para manter nossa independência, não recebemos recurso público, de partidos e empresas concessionárias de serviços públicos. Por isso, precisamos da sua doação para continuar mobilizando!